Páginas

17 de outubro de 2011

A história destas histórias


A história destas histórias começa lá atrás, no ano passado.
Por altura de escolher manuais para o ano de 2011 / 2012, uma das editoras enviou esta caixinha a acompanhar os livros para o 1º ciclo. A então Coordenadora de Estabelecimento, Ludovina Portilheiro, ofereceu à Biblioteca Escolar da EBI c/JI Dr. Manuel Magro Machado, a caixa com as dez histórias de autores sobejamente reconhecidos. E muito lhe agradecemos o gesto!
A Liliana Rosa, aluna do 4º ano e que foi a melhor leitora do passado mês de Setembro, reparou nesta deliciosa caixa durante a semana anterior, abriu-a, analisou muito bem o seu conteúdo e escolheu uma primeira história. Ou não fosse ela uma excelente leitora e presença assídua na nossa BE!


Hoje, durante a hora de almoço, devolveu o livro que requisitou, "Malditas Bruxas!", e a professora bibliotecária fez-lhe um desafio... Empreendedora como é, leitora empenhada, a Liliana aceitou ir lendo cada um dos 10 livros da caixa "A Grande Aventura", escrever um pequeno texto sobre essas histórias e, no final do desafio, escolher a que mais gostou e dizer-nos porquê.


E lá esteve a Liliana, durante a sua hora de almoço, na BE, para escrever o texto sobre a primeira história que leu. De acordo com o que combinámos com esta simpática aluna, publicamos aqui no blogue o seu trabalho.

MALDITAS BRUXAS
Sabem por que é que existe o Dia das Bruxas?
Eu vou-vos contar toda a história...
Há muito tempo que o clube das fadas existia. As fadas começavam todas em F, elas estavam a recolher assinaturas ao pé dos outros clubes também de fadas. Estava a correr tão bem quando as bruxas souberam da ideia e começaram a gritar:
- Não há direito! Essas pacóvias, essas piegas, essas meladas de asas de melgas, que direitos têm a mais que nós?
Os gritos das bruxas assanharam os gatos e eriçaram os cactos. Elas invadiram os salões de beleza e olhem o que fizeram:
taparam as verrugas com cremes
puseram dentes postiços
pintaram-se
pentearam-se
maquilharam-se
E ainda se meteram pelo meio da manifestação de fãs das fadas. E disseram:
- Nós é que somos as fadas, as fadas, as fadas...
E dizendo isto tanta vez deitavam muitos perdigotos pela boca. Riscaram o dia das fadas e escreveram o dia das bruxas. Transformaram uma das fadas em sapo.
Por isso é que existe o dia das bruxas.

Liliana Rosa
(4º ano)

1 comentário:

  1. Muito criativo!...Parabéns à autora!...Se no quarto ano já está escrevenda assim,imagina quando estiver no segundo grau!...

    ResponderEliminar