Páginas

24 de fevereiro de 2011

Trabalhando a imaginação

A turma "Piano" produziu mais alguns textos, desta vez a partir do acróstico:

Jardim
Ordenado
Rapazes
Navegar
António
Lição

O Sonho
Era uma vez um menino chamado António. Ele era pobre, muito pobre.
Um dia encontrou uma senhora rica que lhe pediu para conduzir o seu navio. Ele aceitou, gostou muito de navegar e ganhava 1550 euros por mês de ordenado.
De repente acordou no meio do jardim e reparou que aquilo era tudo um sonho.
Mas o pior era que já estava atrasado para a lição. E reparou que havia rapazes à sua espera.
Rafael e João Piano

***

Era uma vez o António que estava sentando no jardim, ele olhava para uns rapazes que estavam a ter uma lição para aprender a navegar. Se eles conseguissem, iam ter uma boa profissão e ganhar um bom ordenado.

Alexandre Piano

***
Um rapaz foi ordenado para construir um jardim para o António.
Numa tarde, o rapaz, farto de trabalhar dia e noite, pegou no barco e começou a navegar.
O António quis ir andar de barco e não pode.
Assim, o António aprendeu a lição:
Não obrigar os rapazes a trabalhar demasiado.
Leonor e Bruno Piano

***
Era uma vez um rapaz chamado António, que foi ao jardim, entretanto viu rapazes a jogar à bola e quis ir jogar com eles. Quando lá chegou viu que estavam a ter uma lição de remates à baliza. Como estavam a ter a lição foi-se embora.
Quando chegou a casa a mãe disse-lhe:
- António, o pai ganhou 1000  euros de ordenado e vamos viajar  pelo Oceano Atlântico até à Madeira.
- Que bom! Estou muito contente pelo pai e por irmos viajar, obrigado aos dois.
João Miguel, Inês e Dulce Piano

***
Era uma vez uns rapazes que iam navegar para a china. Eles tinham a primeira lição e, quando chegaram à china, receberam um ordenado de mil euros.
Para descansar foram ver um jardim que era muito lindo. Um deles, o António, estava maravilhado.
Miguel Piano

***
Era uma vez um rapaz, chamado António, que trabalhava num jardim.
O seu ordenado era muito baixo e não chegava. Então foi ter com o seu patrão e disse-lhe:
- O meu ordenado é baixo.
- Mas para o aumentar tem de ir para outra empresa, no estrangeiro.
E ele assim fez. 
Os rapazes que trabalhavam na nova empresa eram muito simpáticos e ensinaram-lhe a lição.
Maria e Marisa Piano

Sem comentários:

Enviar um comentário